Mecalor traz para a DCD Brasil climatizadores de precisão

Empresa de soluções de engenharia térmica quer expandir participação no mercado de data center

6 November 2019 escrito por DatacenterDynamics

Missão crítica é um termo relacionado à operação de um data center, que não pode parar de forma alguma. Ele tem que trabalhar 24 horas por dia, 7 dias na semana. Tão importante quanto a missão crítica é a refrigeração do local do data center. Os computadores precisam estar em um ambiente com climatização de precisão.  
 
Qualquer variação da condição de temperatura e umidade, por menor que seja, danifica os componentes elétricos e compromete os dados armazenados.  A homogeneidade da temperatura é fundamental para o bom funcionamento do datacenter.
 
A Mecalor, empresa brasileira de soluções de engenharia térmica, apresenta na DCD Brasil 2019 uma linha de climatizadores de precisão com o objetivo de expandir sua participação nesse mercado. O gerente de vendas da empresa André Said chama a atenção para a importância de computadores estarem em um ambiente com refrigeração adequada. “A climatização chega a ser 60% do consumo de energia do data center. Nesse mercado, o consumo de energia é muito importante, qualquer ganho pode significar uma economia representativa”, afirma.
 
Essa é a principal função dos climatizadores da Mecalor: fazer uma refrigeração precisa com consumo de energia compatível. Dessa forma, a empresa traz para a DCD Brasil 2019 o CPA, um equipamento que controla a vazão de ar e mantém a temperatura e umidade iguais em todo o ambiente. Ele é instalado dentro da sala, conta com um ventilador que puxa o ar por cima; filtra, condiciona e insufla esse ar por debaixo do piso e o distribui para a sala toda de forma homogênea.
 
Esse climatizador mantém a capacidade de refrigeração com baixo gasto de energia. “Muitas vezes o data center está gelado, a 18ºC, mas se acontecer algum problema na máquina, essa temperatura pode subir rapidamente para 70ºC comprometendo toda a operação. O CPA sustenta o data center trabalhando a temperaturas e umidades aceitáveis. Esse ambiente pode beirar a 30ºC e nada vai queimar”, explica André Said. Segundo ele, existe no mercado o estigma de que o local do data center tem que ser gelado. ”Quem conhece climatização de precisão sabe que não é bem assim. O objetivo é manter os computadores funcionando”, salienta. 
 
A aplicação do CPA vai depender do tipo de projeto a ser desenvolvido para a refrigeração do data center.  A Mecalor conta ainda com outros produtos para climatização de precisão de data centers. O CPCS é um equipamento para a situação em que se possa usar água gelada da planta do cliente para resfriar o ar de dentro do data center. “É o caso de o data center estar em um prédio comercial, por exemplo”, explica André Said.
 
CPCO é um climatizador de precisão para data center instalado em contêiner (muda a característica construtiva). A máquina é instalada no teto do contêiner e controla temperatura e umidade relativa. O CPWM, conhecido como Wall Mounted, também é para aplicações em contêineres, mas é instalado do lado de fora.  E o CPM é destinado a data centers de menor porte (pequenas e médias empresas). 
 
Para o gerente comercial da Mecalor, a presença da empresa no DCD Brasil 2019 é importante para que se possa mostrar ao mercado essa linha de climatizadores de precisão.  O evento reúne os principais fabricantes de datacenter do Brasil, além de servir de plataforma para discussões de novas tecnologias para o setor. Ele próprio realizou uma palestra sobre Soluções Inovadoras para a climatização de pequenos data centers.
 
 
 
 
 
 
 
 

CONECTAR-SE COM DCD

ENTRAR


Esqueci a senha?

Criar conta MyDCD

Você precisa de profissionais qualificados?

regiões

region LATAM y España North America Europe Em Português Middle East Africa Asia Pacific

Whitepapers Ver Todos