Fujitsu simplifica infraestruturas hiperconvergentes em data centers

Atualização do Fujitsu PRIMEFLEX, baseado no Microsoft Storage Spaces Direct, ajuda organizações a acelerar a implementação de TI

8 January 2019 escrito por DatacenterDynamics

Fujitsu simplifica infraestruturas hiperconvergentes em data centers
Bruno Barnett, gerente de Canais da Fujitsu para Brasil
A Fujitsu, empresa japonesa com foco em tecnologia da informação e da comunicação (TIC), expande seu portfólio de sistemas integrados com o PRIMEFLEX para Storage Spaces Direct. Um dos principais objetivos é ajudar as empresas na redução da complexidade e de riscos na implementação de infraestruturas hiperconvergentes de alto desempenho baseadas em Microsoft em data centers. Com base nas configurações de infraestrutura virtual confiáveis e comprovadas da Fujitsu, que combinam servidores, armazenamento e rede, o mais recente sistema PRIMEFLEX suporta as mudanças nos requisitos de negócios e ajuda a reduzir custos.
 
“Essa atualização do PRIMEFLEX permite reduzir expressivamente o investimento em infraestrutura de ar condicionado, já que exige muito menos espaço no data center da empresa”, afirma Bruno Barnett, gerente de Canais da Fujitsu para Brasil. “Se comparado a um storage convencional, os ganhos de desempenho também são significativos. Por ser bastante flexível e escalável, essa versão é ideal para empresas de pequeno porte”, completa.
 
O PRIMEFLEX é um dos mais abrangentes conjuntos de sistemas pré-configurados e pré-testados para data centers corporativos. Essa atualização mais recente usa a tecnologia Microsoft Storage Spaces Direct, incluída no Microsoft Windows Server 2016, para usar discos rígidos conectados localmente em sistemas de servidor e criar armazenamento altamente escalável e definido por software, a uma fração do custo das tradicionais tecnologias SAN ou NAS. Como resultado, o Fujitsu PRIMEFLEX fornece a base ideal para a implementação rápida de uma infraestrutura de TI preparada para o futuro, reduzindo riscos de implementação, custos de propriedade e tempo de ativação de ambientes de TI hiperconvergentes.
 
De acordo com Olivier Delachapelle, head de gerenciamento de data center da Fujitsu EMEIA, a virtualização de data center tem sido uma tecnologia revolucionária, com enormes aumentos na eficiência, desempenho, disponibilidade e flexibilidade das infraestruturas de TI. “Conforme as organizações migram para processos de negócios digitais, a mudança para infraestruturas hiperconvergentes é o próximo passo. A hiperconvergência é resiliente e ágil, o que significa que as empresas podem adaptar facilmente os recursos de TI às mudanças nas demandas de negócios. No entanto, não faz sentido econômico tentar construir uma base de infraestrutura hiperconvergente a partir do zero, pois é altamente complexa e demorada e requer habilidades especializadas. Para eliminar a dor de cabeça de migrar para sistemas hiperconvergentes, a Fujitsu e a Microsoft trabalharam juntas para fornecer uma plataforma integrada e comprovada”, explica.
 
A velocidade é um atributo fundamental do novo sistema PRIMEFLEX, que oferece tempos de resposta ultra-responsivos, abaixo de milissegundos, graças a um design integrado ao hipervisor eficiente, recursos de armazenamento totalmente flash de alta velocidade e tecnologia de rede de alta produtividade e baixa latência. As configurações começam com apenas dois servidores e dimensionam de forma flexível até 16 máquinas, suportando até 800 servidores ou desktops virtuais, e oferecem amplos recursos de automação, ajudando a economizar tempo e dinheiro em tarefas de manutenção.
 

CONECTAR-SE COM DCD

ENTRAR


Esqueci a senha?

Criar conta MyDCD

Você precisa de profissionais qualificados?

regiões

region LATAM y España North America Europe Em Português Middle East Africa Asia Pacific

Whitepapers Ver Todos