Sercompe: 5 tendências da TI para 2018

Confira o que será tendência na TI em 2018 e busque "insights" para gerar novas oportunidades para o seu negócio

9 January 2018 escrito por DatacenterDynamics

O seu dia a dia não para de ficar mais desafiador. Mobilidade, automação de processos, serviços financeiros, consumo, seja na vida pessoal ou no ambiente de trabalho, tudo está mudando muito rápido. Todas essas mudanças passam pela tecnologia da informação. Confira o que será tendência na TI em 2018 e busque insights para gerar novas oportunidades para o seu negócio.
 
1 - Inteligência Artificial (IA)
 
A Inteligência Artificial é um ramo da ciência que se propõe a criar dispositivos que imitem as habilidades humanas de raciocinar, tomar decisões, ou seja, imitar capacidades cerebrais. Esses estudos são bastante utilizados na indústria dos games, mas também estão otimizando inúmeros processos no mundo corporativo. Muitos profissionais temem que a IA roube seus cargos nas empresas e isso vai acontecer. Segurança da informação, mobilidade, finanças e otimização de processos são algumas das áreas que a IA já está atuando, porém, a Inteligência Artificial precisa de muitas melhorias, metodologias e novos campos para atuar, e isso só pode ser desenvolvido por um profissional capacitado.
 
2 - Internet das Coisas
 
Internet das Coisas ou IoT (Internet of Things) é o termo para falar da conectividade entre todos os dispositivos e equipamentos que utilizamos no nosso dia a dia. Em 2013, o Brasil já tinha a terceira maior base no mundo em produtos IoT. Carros autônomos, controle de estoque automático e medição de produtividade em tempo real, agricultura de precisão, tudo isso já é realidade. Mas então porque isso é tendência? Por que as possibilidades para o IoT são infinitas e logo ele vai estar aí, no seu escritório, na sua linha de produção e na sua casa. Tantas mudanças precisam de uma conexão mais veloz e estável, além de dispositivos como sensores e chips e soluções de análise de dados. Ou seja, todos os setores terão desafios e oportunidades pela frente. Apesar de tantas mudanças estruturais, talvez o ponto mais desafiador seja a aceitação do consumidor à essas inovações.
 
3 - Realidade Aumentada
 
A tecnologia que consiste em sobrepor objetos virtuais no mundo real, já é bastante difundida no mundo dos games e começa a dar os primeiros passos nas indústrias otimizando, dentre outras coisas, a manutenção de equipamentos e o trabalho em condições que envolvam algum risco aos seres humanos. No entretenimento, a realidade aumentada cria um outro nível de interação com o consumidor e gera novas oportunidades para a publicidade. No Brasil, a Renault já experimentou a tecnologia em um evento de prevenção de acidentes: os funcionários andavam pela fábrica com um celular na mão e podiam interagir com os equipamentos de proteção exigidos em cada setor. No exterior, a Renault já implementou esse processo e prevê novas utilidades para a realidade aumentada. Cabe aos profissionais analisarem os processos das suas empresas e visualizarem onde a realidade aumentada irá agregar.
 
4 - Segurança
 
Com todas as mudanças citadas acima, é necessário que as organizações busquem parceiros para entregar o melhor para o seu cliente. Porém, com tantas conexões, as informações das empresas circulam mais e ficam mais expostas aos invasores. Para sobreviver a esse cenário, as empresas precisam investir em segurança. A demanda por profissionais para esse setor é bastante alta, tanto que a taxa de desemprego é de 0%, e a tendência é o crescimento. Vale aqui, uma advertência a respeito dos investimentos em segurança, eles devem não apenas serem para a prevenção, mas também para dar respostas às ameaças e também prevenir riscos futuros. As informações da sua empresa e dos seus clientes são o bem mais importante e o seu vazamento pode comprometer toda a reputação de um negócio.
 
5 - IT as a Service
 
A TI como serviço é uma modalidade que vem para otimizar custos e fazer com que a TI de qualquer empresa seja flexível, atualizada e alinhada as demandas de negócio. Ela se propõe a fornecer os equipamentos, softwares e até a administração do ambiente de TI da empresa no tempo e na necessidade do momento da empresa. Os custos com mão-de-obra qualificada e infraestrutura dentro da empresa serão reduzidos e a preocupação com a atualização da infraestrutura de TI vai sair da sua empresa. O IT as a Service fornece um modelo de custo mais preciso variando conforme a necessidade ao longo do tempo e a confiabilidade necessária para o negócio. Para quem toma conta do negócio, a maior vantagem é retirar dos ombros as preocupações com o funcionamento diário da TI e focar em inovação e novas oportunidades para a empresa.
 
Agora que você já sabe o que vem por aí, que tal olhar para o seu negócio e ver onde essas tendências se aplicam?
Seja qual for o setor em que você atue, o importante é não ficar para trás.
 

CONECTAR-SE COM DCD

ENTRAR


Esqueci a senha?

Criar conta MyDCD

Você precisa de profissionais qualificados?

regiões

region LATAM y España North America Europe Em Português Middle East Africa Asia Pacific

Whitepapers Ver Todos