Uptime Institute: a aplicação do padrão Tier no Brasil

Sistema de Tier é dividido em quatro níveis (I, II, III e IV) que focam na topologia e performance do data center

10 October 2017 escrito por Tatiane Aquim

Criado pelo Uptime Institute, entidade máxima em certificação de data center, o Sistema de Classificação de Tier avalia instalações de centro de dados em termos de desempenho da infraestrutura de sites ou tempo de atividade. O Uptime Institute é uma instituição independente, a organização não desenvolve, cria ou opera data centers.
 
Fundado em 1993 por Kenneth G. Brill, o Uptime Institute foi criado para ajudar proprietários e operadores a quantificar e qualificar sua capacidade de fornecer um nível previsível de desempenho dos data centers, independentemente do status de fatores externos, como exemplo os serviços das concessionárias elétricas de energia. Em 2009, o Uptime Institute foi adquirido pelo The 451 Group. Desde sua fundação, o Uptime Institute já certificou mais de 1000 data centers e tem milhares de profissionais do setor credenciados.
Em entrevista exclusiva, Mozart Mello, Managing Director Latin America do Uptime Institute, fala sobre a aplicação da classificação Tier no Brasil.
 
DatacenterDynamics: Quando o padrão Tier foi criado e o que cada nível atesta?
 
Mozart Mello: O Uptime Institute foi fundado em 1993 para permitir que negócios se tornassem rapidamente focadas em data center. O negócio estava se tornando digital e, enquanto as tecnologias individuais encontradas em um data center estavam passando por mudanças  e fornecendo valores incríveis, o data center como um sistema total em si era em grande parte não previsível. O Tier Standard e as certificações associadas foram uma oportunidade totalmente nova para as empresas em todo o mundo criarem uma base consistente, previsível e escalável para negócios digitais.
 
DCD: A certificação Tier sofreu alguma alteração importante ao longo dos anos?  
 
M.M.: O padrão Tier reflete o comportamento e os resultados orientados, que se aplica aos negócios de hoje, assim como em 1993. A aplicação do padrão Tier tornou-se muito mais complexa à medida que novas tecnologias foram aparecendo e tornaram-se comercialmente viáveis. Novos releases (publicações)  são divulgados regularmente descrevendo como o padrão Tier pode ser aplicado à essas novas tecnologias e abordagens.
 
DCD: Como é feito o processo de avaliação?
 
M.M.: Nossas equipes de avaliação estão localizadas em todo o mundo e o processo começa com uma avaliação completa do projeto de engenharia e demais sistemas associados. Nossos engenheiros trabalham com a equipe do cliente para revisar os desenhos iniciais de projeto até o processo de construção e comissionamento, e pode seguir com os aspectos operacionais e de gestão das operações em andamento. Nossas equipes usam meios diretos para avaliar a precisão e integridade dos projetos, e a própria estrutura resultante. Quando necessário, focamos nos detalhes de projetos que possam exibir resultados inesperados, com base em mais de 20 anos de experiência e mais de 1000 data centers certificados.
 
DCD: Quais são os benefícios centrais do processo de certificação?
 
M.M.: O processo de certificação é o único meio de garantir que a instalação construída corresponde ao projeto Tier pretendido, o que garante que o data center funcionará como esperado em todas as condições normais de operação. O processo de certificação inclui observação direta, incluindo por exemplo, desempenho durante falhas de energia externa. O Uptime Institute é a única instituição que pode emitir este certificado usando o padrão Tier para  data centers.
 
DCD: No Brasil qual é o nível mais popular da certificação e por quê?
 
M.M.: O Tier III e o Tier IV são os padrões de projeto e construção mais populares no Brasil e em todo o mundo. O Tier III representa um equilíbrio entre resiliência e custo, e o Tier IV é adequado para ambientes de aplicação mais rigorosos.
 
DCD: O Brasil possui algum data center com o nível Tier IV? 
 
M.M.: Sim, o Banco Santander possui as Certificações de Design e Facility Tier IV. A Telebras recebeu recentemente a certificação em Design Tier IV.
A decisão e escolha do Tier a ser certificado é mais uma decisão relacionada ao negócio das empresas. O Uptime Institute só participa desta decisão se for contratado para prestar Consultoria neste sentido.
 
DCD: O número de empresas brasileiras que busca a certificação tem crescido? Como o Uptime Institute avalia a competitividade entre as empresas de data center no Brasil?
 
M.M.: Sim, as certificações Tier cresceram em todo o mundo, incluindo o Brasil. Os motivos são muitos, já que a certificação Tier garante redução de risco em todo o ambiente empresarial digital. Como quase todos os aspectos do negócio de hoje tornaram-se digitais, a redução do risco associado ao data center torna-se mais importante. Hoje, quando o data center está off-line, o negócio para. Assim, a resiliência do data center, tal como fornecida pela certificação Tier do Uptime Institute, é fundamental para o sucesso de qualquer organização.
 
DCD: Quais são as que mais buscam - empresas de telecomunicações, provedores de colocation, desenvolvedores de data center?
 
M.M.: A aplicação da certificação Tier vem crescendo em todos os segmentos. Todos os tipos de provedores obtêm quando recebem o selo do Uptime Institute, o que é constatado através das reduções nos custos operacionais decorrentes das práticas de disponibilidade e eficiência operacional
 
DCD: Em 2011 o Uptime Institute implantou uma comunidade no Brasil para observar o mercado local. Desde então, como o instituto avalia o mercado de data center brasileiro?
 
M.M.: O Mercado Brasileiro despertou o interesse do Uptime Institute e em 2011 abrimos a filial no Brasil, gradativamente fomos implementando e oferecendo serviços de consultoria e certificações. O mercado brasileiro solicita cada vez as certificações do Uptime Institute, como uma forma de garantir a máxima eficiência em projetos, já que o Uptime Institute é hoje a autoridade máxima quando o assunto é certificação de data center em nível global.
 

 

CONECTAR-SE COM DCD

ENTRAR


Esqueci a senha?

Criar conta MyDCD

Você precisa de profissionais qualificados?

regiões

region LATAM y España North America Europe Em Português Middle East Africa Asia Pacific

Whitepapers Ver Todos