Os 5 mitos sobre a modernização térmica do data center

Melhorias em performance e eficiência energética permanecem como temas relevantes no mundo do data center

18 October 2017 escrito por Mark Silnes

Os 5 mitos sobre a modernização térmica do data center
*Mark Silnes, gerente de marketing da Vertiv Services
Atualmente muitos gestores estão, neste exato momento, desenvolvendo uma análise ou estudo de ROI sobre essa área. Ainda assim, tenho encontrado no mercado cinco argumentações sobre por que não atualizar a infraestrutura térmica do data center.
 
1. Não está no meu orçamento: orçamento é a razão número um pela qual um cliente não considera atualizar seus equipamentos térmicos. Mas existem opções melhores do que usar dinheiro do orçamento. Financiar equipamentos, por exemplo. Na verdade, aproximadamente 70% das empresas financiam equipamentos. Por que não financiar a instalação de modernização térmica? Estas iniciativas apresentam um retorno de investimento (ROI) com economias operacionais superiores aos custos de financiamento.  Você pode financiar a modernização com seu orçamento operacional, distribuir as parcelas ao longo do tempo, poupar dinheiro e preservar linhas de crédito. Isso permite que as economias cubram mais do que o custo da modernização.
 
Outra opção a se considerar é que a modernização para um Propulsor de Velocidade Variável (VSD) paga-se em dois anos ou menos. Para cada 20% de diminuição de velocidade em ventiladores, você consegue economizar aproximadamente 50% em consumo de energia. Isso pode gerar economia na casa dos milhares de reais anualmente. Acrescente o rápido retorno à redução com gasto com energia e você terá seu dinheiro de volta mais rapidamente ainda.
 
2. Não posso desligar meus equipamentos: na Vertiv, todas as modernizações instaladas para equipamentos VSD e ventiladores eletronicamente comutados (EC) são ligadas ao controle da unidade. Isso significa que a refrigeração e o controle de velocidade operam juntos para fornecer o melhor resultado e vão sempre trabalhar juntos para manter o controle térmico. Estas melhorias podem ser feitas rapidamente por profissionais e requerem paralisação mínima para qualquer unidade específica. Refrigeração de backup também pode ser usada quando for preciso, mas não é necessária para se completar a modernização de um equipamento. 
 
3. Eu não tenho tempo de avaliar a mudança ou escolher as opções e configurações corretas: você provavelmente não tem tempo de avaliar as várias soluções disponíveis, examinar os descontos ou a eficiência energética dessas soluções, e está muito ocupado com as operações do dia-a-dia do data center. Nós entendemos e sabemos o quanto seu tempo é valioso.
 
Um consultor pode ajudá-lo com todas essas preocupações. Ele pode fornecer toda a informação e explicação, desenvolver uma análise de ROI de cada solução e ajudá-lo a criar um pacote para aprovação da alta gestão. Os melhores fornecedores desta área contam, ainda, com engenheiros de aplicação para ajudar com qualquer questão técnica. Esses profissionais irão lhe fornecer todo o suporte necessário durante a fase de aprovação do projeto. As empresas líderes do setor também instalam o produto e administram o projeto até sua conclusão – o objetivo dessas iniciativas é minimizar esforços de sua parte.
 
4. Não estou convencido que isto realmente funciona. Há economia real de energia?
 
Sim! VSDs têm sido usados em sistemas circuladores de ar e aquecimento, ventilação e ar condicionado (HVAC) há muitos anos, com performance e economia comprovados. Na verdade, a QTS Realty Trust, um fornecedor líder em data centers customizados, colocation e de serviços gerenciados e de nuvem, é um grande exemplo de como é possível alcançar metas de eficiência. A QTS queria agregar funcionalidades avançadas de monitoramento a seu data center e gerar um retorno total de seus investimentos em 2,5 anos. A Vertiv instalou ventiladores EC e sistemas controladores Liebert iCOM™ em 64 unidades de refrigeração, além de sensores wireless para monitorar as melhorias na refrigeração. Os resultados excederam as expectativas da QTS. A empresa recebeu um desconto de US$150.000, economizando inicialmente US$12.000 por mês em gastos com energia, reduzindo sua emissão de carbono e melhorando sua Power Usage Effectiveness (PUE) em 0.16. Leia aqui o estudo de caso completo.
 
5. Preciso integrar essas inovações com o Sistema de Gerenciamento Predial (BMS): não se preocupe, as modernizações mais recentes têm controles simples para conexão com seu BMS ou com a nuvem, e podem fornecer mais detalhes do que nunca. Você encontrará  maneiras de se comunicar com as unidades, mais ferramentas para tornar o trabalho mais simples e ajudá-lo na escolha dos melhores métodos e ferramentas para suas necessidades específicas. Basicamente, a ideia é tornar a integração com BMS simples e indolor, com acesso fácil à informação que você precisa. 
 
A modernização de sistemas térmicos economiza energia em até 76%. Além de melhorias em proteção, ela fornece economia significativa com rápido ROI.
 
Se você quiser saber mais sobre opções de modernização térmica, consulte nosso eBook de eficiência de energia.
 
*Mark Silnes é gerente de marketing da Vertiv Services.
 

CONECTAR-SE COM DCD

ENTRAR


Esqueci a senha?

Criar conta MyDCD

Você precisa de profissionais qualificados?

regiões

region LATAM y España North America Europe Em Português Middle East Africa Asia Pacific

Whitepapers Ver Todos