Concreserv obtém ganhos com Segurança Cibernética

Mudança gerou economia de 75% com custos de manutenção e com o fim de prejuízos ocasionados por indisponibilidade dos serviços 
 

 

19 October 2017 escrito por DatacenterDynamics

A Concreserv, empresa especializada em produção de concreto usinado, com capacidade anual de entrega de 2 milhões de metros cúbicos, decidiu atualizar sua estratégia de segurança cibernética e partiu para a adoção de uma central unificada de segurança com a tecnologia de Firewall UTM da Aker N-Stalker.
 
A decisão foi tomada após uma análise interna das vulnerabilidades da sua rede anterior e dos possíveis impactos para o negócio de uma eventual invasão cibernética ou de paradas da rede de comunicação em função de incidentes digitais.
 
Com 28 filiais, entre escritórios e usinas de concreto espalhadas por nove estados, a Concreserv precisa sincronizar a produção desse material nos diversos pontos de produção e controlar uma complexa logística envolvendo centenas de caminhões betoneiras em jornadas ininterruptas de 24 horas/dia.  
 
"O concreto precisa chegar fresco e no horário exato em milhares de obras que dependem do nosso serviço. Cada minuto de parada na comunicação ou na estrutura de TI pode representar a perda dos prazos de entrega ou endurecimento do material antes que chegue ao destino", explica Vinicius Augusto, gerente de TI da Concreserv.
 
Durante o mapeamento de riscos, a Concreserv constatou a necessidade de melhorar o gerenciamento da segurança e identificou até mesmo uma tentativa de invasão às suas instalações.
Até então, a segurança da empresa utilizava uma conexão de Redes Privadas Virtuais VPN baseada em linhas de comunicação especiais contratadas de uma operadora.
 
Todo o tráfego de dados e voz entre as 28 unidades era feito por meio dessa estrutura, com tecnologia de transmissão por pacotes (padrão MPLS). Tal modelo, contudo, trazia problemas sérios de custo e complexidade, dificultando o gerenciamento e limitando o uso de dados. 
 
Com o crescimento constante da empresa, o modelo MPLS exigiria a frequente contratação de mais links, tornando a rede mais dispendiosa que o esperado.  Além disso, a rede privativa demandava a compra e integração de vários itens avulsos de segurança, como firewall, antivírus e filtros de conteúdo, sendo que todos estes itens precisavam ser instalados individualmente em cada filial. 
 
Ao estudar o Aker Firewall UTM, a equipe da Concreserv enxergou uma alternativa real de segurança que lhe viabilizaria abolir o uso da rede MPLS e partir para a adoção de uma estrutura baseada em links IP de padrão público, que são extremamente mais econômicos e fáceis de suportar.  Só com a manutenção mais simples e com o fim do aluguel de linhas especiais, a mudança gerou uma economia para a Concreserv da ordem de 75% nos custos da estrutura. 
 
Entre os recursos da solução, a Concreserv passou a contar com a possibilidade de configurar um grande número de VPNs simultâneas, com vários níveis de blindagem contra interceptações (inclusive criptografia forte de voz e de dados) e com a opção de redundância de acessos. 
 
Diferente do que o ocorria coma a antiga rede de pacotes, o novo modelo de conexão guarnecido pelo Firewall UTM, permite uma visibilidade de segurança ampla e centralizada de todos os dispositivos locais e remotos da rede. Através de painéis intuitivos e dinâmicos, os gestores conseguem monitorar as condições de tráfego entre todas as filiais a partir de uma estação web e controlar remotamente as atualizações de versão dos itens de segurança.
 
Disciplinando o Usuário 
 
O Aker Firewall UTM disciplina também o comportamento dos usuários, alertando contra o tráfego perigoso e impedindo o uso não produtivo da estrutura. Além disso, oferece serviços avançados de criptografia de dados, assegurando total proteção para as informações trafegadas na rede.
 
Na mesma solução estão integrados o firewall, o antivírus, os filtros web de alta sensibilidade e a inteligência de análise de acessos por origem, por aplicação ou por área da rede acionada.
 
A Concreserv também explora relatórios periódicos para analisar as atividades em todos os terminais e pontos de conexão, além de um recurso que envia uma mensagem de texto por aplicativo de celular para avisar sobre irregularidades de acesso ou uso arriscado e improdutivo dos sistemas.
 
De acordo com o gerente de TI da Concreserv, antes da implantação do Aker Firewall UTM, cada serviço era tratado separadamente. Então, era comum a abertura de diversas ocorrências simultâneas e  paradas parciais ou totais de mais de um ativo ao mesmo tempo, causando inúmeros prejuízos para o andamento.
 
"A solução da Aker N-Stalker nos permitiu desenvolver uma política integrada de segurança digital que é aplicada e monitorada através de um sistema único e com interface amigável. Com os diversos relatórios da solução, somos muito mais capazes de realizar paradas planejadas e pontuais para a manutenção ou atualização sem que isto interfira no bom andamento dos negócios", completa Vinicius.
 
 
 
 

 

CONECTAR-SE COM DCD

ENTRAR


Esqueci a senha?

Criar conta MyDCD

Você precisa de profissionais qualificados?

regiões

region LATAM y España North America Europe Em Português Middle East Africa Asia Pacific

Whitepapers Ver Todos