AMD inova em soluções para data center

Juntamente com seus parceiros de software e hardware, está acelerando o tempo de implantação de sistemas baseados em ARM

9 January 2017 escrito por DatacenterDynamics

A AMD deu um importante passo com relação à entrega de opções e inovação em data center, com o lançamento do sistema de processador em chip Opteron A1100 (SoC), anteriormente conhecido pelo codinome "Seattle". 
 
"O ecossistema para ARM em data center está chegando a um ponto de inflexão, e a chegada de um processador AMD de alto desempenho é mais um grande passo para os clientes que buscam uma solução ARM com a qualidade de data center", disse Scott Aylor, vice-presidente corporativo e gerente-geral da área de Soluções Corporativas da AMD". A macro tendência de convergência entre redes, armazenamento e servidores é um importante catalisador desta evolução. Agora, os clientes podem obter processadores ARM de 64 bits de um único fornecedor de silício, com décadas de experiência em empreendedorismo profissional e integração de produtos."
 
O Opteron A1100 SoC da AMD também representa um marco fundamental para o estabelecimento da arquitetura ARM em data center. "O processador AMD Opteron A1100 traz uma nova opção em termos de escalabilidade em toda a infraestrutura de rede e no data center", disse Lakshmi Mandyam, diretor de sistemas de servidores e ecossistemas de ARM. "A AMD traz sua experiência reconhecida nos mercados de servidores e produtos integrados, tornando-se a parceira ideal para a criação de um processador ARM de 64 bits com o equilíbrio impressionante entre performance e eficiência energética, para lidar com um montante cada vez mais diversificado de cargas de trabalho."
 
A plataforma Opteron A1100 Series SoC é a primeira com ARM de 64 bits baseado em chips da série Cortex-A57 da AMD. Utilizando processadores ARM Cortex-A57 com rede de alta velocidade e conectividade de armazenamento, além de excelente eficiência de energia, a Opteron A1100 Series SoC oferece um custo total de propriedade equilibrado para cargas de trabalho, de armazenamento e de redes.
 
 
Especificações do AMD Opteron A1100 Series SoC:
 
- ARM Cortex-A57 com até oito núcleos com memória cache L2 de 4MB compartilhada e cache L3 de 8MB compartilhada
 
- 2 canais de memória DDR3/DDR4 de 64 bits com suporte para até 1.866 MHz com ECC
 
- 2 adaptadores de conectividade de rede Ethernet de 10Gb 
 
- PCI-Express de 8x Gen 3
 
- 14 portas SATA-3 
 
 
O AMD Opteron A1100 SoC alimenta os melhores sistemas corporativos da SoftIron, com o sistema Overdrive3000 para desenvolvedores, bem como a futura linha de soluções de armazenamento definido por Software (SDS), aproveitando a variedade de recursos do processador.
 
"O segredo do apelo do AMD Opteron A1100 SoC não se restringe aos núcleos, mas em tudo que está ao redor dos núcleos", disse Norman Fraser, CEO da SoftIron. "Se você lida com uma aplicação onde é preciso mover grandes quantidades de dados com agilidade, irá adorar", acrescenta ele.
 
A AMD também está colaborando com a Silver Lining Solutions (SLS) para integrar a tecnologia fabric da SLS em projetos inovadores de servidores densos, que caracterizam o Opteron A1100 Series, voltado para streaming, web e cargas de trabalho de armazenamento de nuvem e data centers de hiperescala. O Fabric Interconnect da SLS incorpora baixa latência, switching fabric com eficiência energética de 60Gbps e está disponível como uma placa de expansão PCI Express ou um circuito ASIC (Application Specific Integration Circuit) independente para aplicações de servidor personalizadas.
 
"Estamos muito animados com esta parceria com a AMD, que nos permite trazer ao mercado um sistema de computação com eficiência energética baseada em rede fabric", afirmou Ping-Kank Hsiung, diretor geral da Silver Lining Systems. "A combinação da eficiência dos processadores AMD Opteron A1100 à nossa exclusiva rede fabric irá reduzir custos e as exigências de energia para computação e armazenamento em hiperescala."
 
Além de inovações em silício, a AMD tem sido fundamental no suporte do ecossistema de software ARM de 64 bits, um componente crítico para qualquer novo processador, e vem trabalhando em estreita colaboração com empresas líderes em sistema operacional e suporte de aplicativos Linux Enterprise, a Red Hat e a SUSE.
 
"A Red Hat e a AMD compartilham a mesma visão de construir um ecossistema de software aberto, baseados em padrões, para projetos altamente convergentes baseados na arquitetura ARM de 64 bits. Como uma das primeiras integrantes do programa ARM Partner Early Access Program (Programa de Acesso Antecipado para Parceiros ARM) da Red Hat, a AMD tem sido fundamental na realização de testes e portabilidade da plataforma líder em Linux Enterprise do mundo com a arquitetura ARM de 64 bits", disse Ranga Rangachari, vice-presidente e gerente-geral de armazenamento da Red Hat. "A chegada do processador Opteron A1100 SoC da AMD representa um marco importante para o ecossistema interessado na evolução da infraestrutura convergente de armazenamento, redes e computação."
 
O Opteron A1100 SoC esteve em estágio avançado de desenvolvimento, por vários trimestres, junto aos parceiros de tecnologia e clientes e já está disponível para produção em massa.
 
 

CONECTAR-SE COM DCD

ENTRAR


Esqueci a senha?

Criar conta MyDCD

Você precisa de profissionais qualificados?

regiões

region LATAM y España North America Europe Em Português Middle East Africa Asia Pacific