Mutirão de provedores do Tocantins restaura conexão à internet em menos de 48 horas

Published on 7th November 2019 by Tatiane Aquim

A união de 18 provedores de internet do Tocantins para a construção de um cabo provisório de 55 km de fibra, margeando a BR-153 levou mais de 80 homens para o campo e realizou o lançamento de um cabo provisório em paralelo à rede OPGW da Eletronet em menos de 48 horas.
 
No dia 1º de outubro, cinco torres de transmissão da Eletrobrás Furnas localizadas entre as cidades de Santa Rita e Paraíso caíram às 18h04, comprometendo a rede OPGW (Optical Ground Wire) da Eletronet, que leva internet para 27 cidades de Tocantins (ou cerca de 40 mil usuários). A rede de internet foi recuperada através do esforço conjunto dos provedores, que se propuseram a disponibilizar suas equipes, e da Eletronet, que forneceu o material necessário para a construção do cabo provisório e técnicos de campo para auxiliar o processo.
 
No momento da queda, os provedores estavam finalizando o dia de treinamento do ABRINT na Estrada em Palmas, localizada na região central do estado e distante cerca de 3 horas de Santa Rita. O projeto Abrint na Estrada tem como finalidade aproximar o pequeno provedor da tecnologia e aborda temas importantes do mercado. Logo que receberam a notícia, os provedores se mobilizaram para entender o que havia acontecido e como poderiam contribuir para a recuperação da internet no local. Passadas 36 horas da queda, a equipe de energia de Furnas ainda estava desligando a linha e cortando as torres retorcidas - o prazo para a recuperação provisória é de 48 horas. Então, quando os provedores ligaram para a Eletronet se propondo a realizar o trabalho, a empresa aceitou a ajuda e se ofereceu a disponibilizar o material necessário e uma equipe de campo para ajudar os provedores nessa missão.
 
Importante destacar que o serviço fornecido pelos provedores regionais tem gradativamente ganhado mais espaço no estado, registrando um crescimento de 23% no total de acessos entre janeiro e setembro de 2019. Enquanto isso, o total de acesso via grandes operadoras registra queda de 5% no mesmo período, que pode indicar uma migração dos usuários para provedores regionais.
 
Aureliano Arantes, Marcelo Marra e Kleber Moreira, provedores presentes no mutirão, e André Felipe Rodrigues, presidente do Conselho de Administração da ABRINT, estão à disposição para dar mais detalhes sobre a ação conjunta, o papel dos provedores no rápido levantamento de um cabeamento provisório e a importância da união dos provedores na expansão da banda larga no Brasil.
 

CONECTAR-SE COM DCD

ENTRAR


Esqueci a senha?

Criar conta MyDCD

Você precisa de profissionais qualificados?

regiões

region LATAM y España North America Europe Em Português Middle East Africa Asia Pacific

Blogger

Whitepapers Ver Todos